APLICAÇÕES NATIVAS EM NUVEM

Quarkus da Red Hat

Saiba muito mais sobre Quarkus

O que é o Quarkus?

Quarkus é um framework de desenvolvimento de aplicações Java Nativo, para Cloud, em Kubernets e de stack completo, desenvolvido para máquinas virtuais Java (JVMs), compilação nativa e para criação de componentes de aplicação.

Sua linguagem é otimizada para containers, isso faz com que a tecnologia da plataforma seja eficaz para ambientes serverless, de nuvem e Kubernetes. Ele executa aplicações Java versões recentes em containers, pois ela é Container First.

O Quarkus utiliza a GraalVM (uma máquina virtual universal para executar aplicações escritas em diversas linguagens, incluindo Java e JavaScript) para implantar a JVM, isso proporciona melhorias no gerenciamento e consumo de memória das aplicações Java para ambiente Kubernetes.

Criado pela Red Hat, o quarkus foi desenvolvido para funcionar com os padrões, frameworks e bibliotecas Java mais utilizados, entre eles estão o Eclipse MicroProfile, Spring, Apache Kafka, RESTEasy (JAX RS), Hibernate ORM (JPA), Infinispan, Camel e muitos outros.

O que é o Quarkus?

O objetivo do Quarkus é executar aplicações de maneira fácil desde o início, com recursos que funcionam bem com pouca ou nenhuma configuração.

Os desenvolvedores podem escolher os frameworks Java para as próprias aplicações, que podem ser executadas no modo JVM ou compiladas e executadas em modo nativo, de maneira fácil e intuitiva.

O Quarkus torna as linguagens de programação anteriores aos containers, compatíveis e elegíveis a estes ambientes, trazendo melhorias na execução dessas aplicações em ambientes de containers, com baixo consumo de memória, hot reloading e rapidez na compilação do código.

Feito sobe medida para desenvolvedores.

Hot reloading, o desenvolvedor visualiza instantaneamente a alteração do código, sem a necessidade de recarregar o código todas as vezes que sofre alterações.

Variedade de componentes, projeto do Quarkus possui centenas de componentes prontos para consumo no site: code.quarkus.io.

Injeção de dependências nativa baseado em CDI (Context and Dependency Injection).
Programação imperativa e reativa unificada com um barramento de eventos gerenciado e integrado.

Configuração Unificada.

Geração de Executável nativa e fácil.

quarkus
red-hat-ansible

Feito sobe medida para desenvolvedores.

list-image

Tecnologia voltada para o desenvolvimento, tempos de execução menores e otimizados para nuvem.

list-image

Redução de até 90% no uso de memória das instâncias em execução. Isso resulta em economia na alocação de recursos em ambiente Cloud Pública;

list-image

Diminui drasticamente o tempo de compilação dos aplicativos e processamento de metadados;

list-image

para executar o Java em arquitetura serverless, microsserviços, containers, Kubernetes, função como serviço (FaaS) e nuvem, pois ele foi criado levando todas essas tecnologias em consideração;

list-image

Desenvolvido com base nas melhores tecnologias como Hibernate, RESTEasy, Vert.x e MicroProfilede recursos em ambiente Cloud Pública;

list-image

Altamente compatível com os termos de execução de aplicações mais atuais, pronto para produção e produtivo desde a sua implantação

Consultores SManager

Fale com quem realmente entende de Red Hat

Por que Quarkus da Red Hat?

Quarkus é um stack Java™ nativo em Kubernetes para criar aplicações serverless e microsserviços rápidos e leves.

A versão da Red Hat, que faz parte do Red Hat Runtimes, oferece integração com o Red Hat OpenShift® e acesso a recursos prontos para a produção, o que faz da solução uma plataforma ideal para aplicações nativas em nuvem.

Os desenvolvedores podem escolher os frameworks Java que desejam para as próprias aplicações, que podem ser executadas no modo de máquina virtual Java (JVM).

O Quarkus foi criado com foco na priorização de containers, otimizado para uso reduzido da memória e tempos de inicialização mais rápidos.

Vantagens da versão do Quarkus da Red Hat?

A Red Hat fornece ferramentas e ambientes de desenvolvedor que são pré-fabricados e nativos em Kubernetes. Assim, os desenvolvedores não gastam tempo com a configuração e a preparação, iniciando o trabalho de desenvolvimento mais cedo.

Ao usar o Red Hat OpenShift e o Red Hat Runtimes, que inclui o Quarkus, os desenvolvedores aumentam substancialmente a produtividade e a capacidade de gerar inovações.
Suas principais vantagens são:

Utilização mais eficiente dos recursos e melhor experiência do usuário devido ao baixo consumo de memória e rápido tempo de inicialização do Quarkus.

Compatível com os padrões e as bibliotecas Java mais utilizados, o Quarkus, aceita codificação dinâmica e configurações unificadas para um desenvolvimento rápido e iterativo.

Com uma comunidade ativa com contribuições de mais de 180 desenvolvedores, o Quarkus foi desenvolvido tendo como base o ecossistema comprovado e confiável do Java empresarial.

O Quarkus é pré-integrado ao OpenShift, com isso ele pode fornecer o ambiente ideal para aplicações leves, rápidas e escaláveis.

Existem mais de 90 extensões para configuração, inicialização e integração de frameworks ou tecnologias na sua aplicação Quarkus. Assim, os desenvolvedores podem se concentrar no próprio código.

O quarkus utiliza um loop de eventos reativo e não blocante para códigos imperativos e reativos. Dessa forma, os desenvolvedores podem escolher a opção mais adequada para cada caso de uso.

Fale conosco

Deixe seu nome, e-mail e telefone que um consultor entrará em contato com você.