Vulnerabilidade de código no processo de desenvolvimento

As empresas correm graves riscos com a vulnerabilidade de código. 

E infelizmente, os sistemas ficam vulneráveis a invasões porque nem todos os desenvolvedores dos softwares tratam o assunto com o cuidado necessário. 

Mas você sabe exatamente o que pode gerar essa vulnerabilidade do código em seu processo de desenvolvimento? 

Neste artigo apresentaremos os fatores mais comuns causadores desse efeito e quais são os problemas que pode ocasionar para qualquer empresa. 

O que é vulnerabilidade de código? 

Vulnerabilidade de código se refere à segurança do seu software. Ela é uma falha em seu código que cria um potencial risco de comprometer a segurança.  

Essa falha permitirá que hackers tirem proveito de seu código ao anexar um ponto de acesso para extrair dados, modificar seu software ou deletar tudo. 

Problemas à empresa  

Os problemas causados por ela são diversos, desde a parte mais técnica como também na parte mais operacional das empresas que dependem das aplicações. 

Os mais críticos são: 

Perda dos bancos ou sistemas de dados grandes devido a erros de configuração ou vulnerabilidades em código: identificando as bases de dados falsos ou inseguros, dentro de ambientes de teste, permite fazer uma classificação de dados sensíveis através de uma infraestrutura segura; 

Acesso não autorizado a redes públicas ou privadas e recursos acessíveis por rede: se explorado com sucesso, pode ocasionar as perdas de confidencialidade e de integridade do sistema, assim como a indisponibilidade de uso; 

Código-fonte apagado: código-fonte exposto por varreduras automatizadas em aplicações com vulnerabilidades de segurança; 

Erros críticos em servidores que exijam a substituição no caso de vulnerabilidades: eles podem ser vulneráveis a ataques se não forem testados corretamente.   

Fatores que mais geram vulnerabilidade de código

1. Estouro de buffer 

Imagine um buffer (memória sequencial alocada para conter dados como strings e inteiros) sendo bombardeado com solicitações ou dados além do que ele pode manipular.  

Ele irá transbordar. E esse estouro pode criar problemas significativos como criar um ponto de entrada para ataques remotos, travar seu software e a perda de dados. 

Esta vulnerabilidade em código é chamada de Buffer Overflow e depende da linguagem de programação.  

Linguagens como C e C ++ são as mais afetadas. Javascript e Pearl são duas linguagens que evitam esses ataques.  

2. Injeção de código (Input Injection) 

Com a falta de validação de dados de entrada ou saída de forma adequada, ocorre esse tipo de ataque, que explora o manuseio inadequado de dados não confiáveis.  

Os invasores inserem código em um sistema, devido à falha de injeção, através de sistema simples. Em sua maioria usam programas externos por meio de comandos shell.   

As mais perigosas são as injeções realizadas em SQL ou banco de dados, na qual o invasor encontra um parâmetro que passa pelo banco de dados e o usa para transportar um comando SQL malicioso como um conteúdo.  

O banco de dados armazena e o confunde como um código, enganando o software para enviar, adulterar ou deletar o banco de dados. 

3. Autenticação quebrada 

A vulnerabilidade de autenticação acontece quando um invasor usa diferentes maneiras de entrar na conta de outra pessoa. 

Isso leva à falsa autorização e à perda de dados confidenciais mais uma vez.  

Alguns desses problemas não são culpa do desenvolvedor, mas é dever do codificador construir um código robusto que possa resolver e evitar esses problemas. 

4. Cross-Site Scripting (XSS) 

O XSS é encontrado normalmente em aplicações web.  

Um script malicioso, geralmente em Javascript e HTML, é inserido como dados em um site onde pode se anexar para causar problemas de segurança. 

Esses scripts são quase impossíveis de serem detectados pelo navegador do usuário.  

Para ele, os scripts vieram de uma fonte confiável. 

Geralmente é feito em códigos que contêm informações confidenciais, como seu número de cartão de crédito ou de contato.    

SManager e Veeam  

Agora que você sabe os riscos de vulnerabilidade em código, entre em contato com nossos especialistas e descubra como podemos ajudar a tornar seu processo de desenvolvimento mais seguro com a Veeam Platform®.